Popular

PESQUISA DA ISP QUER CONHECER DEMANDAS DOS TRABALHADORES DA SAÚDE DURANTE A PANDEMIA

23/04/2020 – Os profissionais da saúde que estão na linha de frente no combate ao coronavírus expõem-se a elevados índices de contaminação. Os riscos são enormes e, em plena pandemia, a categoria nem sempre consegue obter as condições básicas para trabalhar com segurança. Pensando nisso, a Internacional de Serviços Púbicos lançou também no Brasil a campanha “Trabalhadoras e Trabalhadores Protegidos Salvam Vidas”, que chama a atenção para a importância de se trabalhar protegido e para a necessidade de que os gestores forneçam Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) e garantam condições de trabalho adequadas.

Evento da ISP debate impactos do Convênio 190 da OIT no mundo do trabalho

09/12/2019 – A Internacional de Serviços Públicos (ISP) realiza nesta sexta-feira (06/12/19), no Chile, um encontro para debater questões relacionadas à violência e o assédio no mundo do trabalho. O “Encontro Latinoamericano Sobre Violência e Assédio no Mundo do Trabalho Sob o Marco do Convênio 190 da Organização Internacional do Trabalho (OIT)”. A CONDSEF/FENADSEF é filiada à ISP e participa do evento, sendo representada por Erilza Galvão, titular da Secretaria de Gênero, Raça, Etnia e Combate a Opressões e também dirigente do SINTSEF-BA.

Pescadores e ambientalistas ocupam sede do IBAMA na Bahia

22/10/2019 – Pescadores, marisqueiras e seus familiares ocuparam a sede do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) na manhã desta terça-feira, 22. O movimento conta com o apoio de ONGs, ambientalistas e a solidariedade de entidades sindicais, como o SINTSEF-BA. O grupo de cerca de 300 pessoas protesta contra o descaso do Ministério do Meio Ambiente em acionar medidas de contenção para a mancha de óleo que continua chegando às praias do nordeste brasileiro.

Depois da Reforma da Previdência, governo quer atingir os servidores com Reforma Administrativa

08/10/2019 – Nem bem aprovou a Reforma da Previdência, ainda em tramitação no Congresso e enfrentando severa resistência da oposição, dos sindicatos, Centrais, entidades e movimentos sociais progressistas, o governo Bolsonaro já se prepara para mais um ataque aos diretos dos servidores públicos promovendo uma Reforma Administrativa.  A imprensa já chegou a falar em fim da estabilidade, inserida no pacote, mas a hipótese foi desmentida posteriormente.

Foco no resgate de direitos será eixo de lutas do Congresso da CUT

07/10/2019 – O 13º Congresso Nacional da CUT “Lula Livre” – Sindicatos Fortes, Direitos, Soberania e Democracia acontece a partir desta segunda-feira (7) até quinta (10), na Praia Grande, no litoral de São Paulo. São esperados mais de dois mil delegados e delegadas, homens e mulheres, do campo e da cidade, sairão de suas cidades em todas as regiões do País. Também participarão do Congresso mais de 100 sindicalistas de 50 países e representantes dos movimentos sociais das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Reunião com assessoria discute andamento das ações judiciais

11/09/2019 – A direção do SINTSEF-BA reuniu-se na manhã de hoje, em sua sede, em Salvador, com o advogado e assessor jurídico do SINTSEF-BA José Carlos Ribeiro para discutir o andamento das ações sindicais e avaliar o encaminhamento dos futuros processos. Nos próximos dias, o assessor acompanhará a direção do Sindicato em atividades nos núcleos regionais, como a eleição das novas Coordenações de Núcleo.

Trabalhadores do Ministério da Agricultura vão debater Reforma da Previdência

05/09/2019 – O SINTSEF-BA está levando à sua base o debate sobre a Reforma da Previdência e seus impactos na vida da classe trabalhadora. O próximo setor a ser contemplado será a Delegacia do Ministério da Agricultura, em Salvador. A assembleia acontecerá na terça-feira, 17/09, às 15h, no auditório da DFA, e contará com mais uma vez com a participação da Supervisora Técnica do DIEESE, Ana Georgina Dias, que fará uma apresentação sobre o tema.

Movimentos populares lançam manifesto contra a LGBTfobia

17/05/2019 – O Brasil tem um triste histórico de preconceitos e discriminação. Neste Dia Internacional contra a LGBTfobia, organizações rurais e urbanas denunciam crimes de ódio e clamam pela vida. A luta contra as desigualdades sociais e por uma nação mais diversa une os movimentos populares em todos os estados, como demonstra o manifesto lançado nesta sexta-feira (17 de maio é o Dia Internacional de Combate à LGBTfobia, instituído nesta data porque, há 29 anos, a Organização Mundial da Saúde retirou a homossexualidade do Cadastro Internacional de Doenças (CID) .